quarta-feira, 1 de março de 2017

Review: Live At Blue Rock (Future Thieves)

Live At Blue Rock (Future Thieves)
(2017, Independente)
(5.1/6)

Em menos de sessenta minutos os Future Thieves completam o seu álbum Live At Blue Rock, um álbum onde fica sempre a dúvida se é ou não ao vivo. Pelo título sim, pela conversa de quando em vez de Elliott Collet, também… mas onde está o público? Não o ouvimos, daí essa dúvida. Independentemente disso, o que aqui nos traz é falar desta rodela comporta por 13 temas de rock. Um rock a variar entre uns U2, uns Radiohead, um Tom Petty ou mesmo JJ Cale, mas sem nunca perder alguma influência sulista, ou não fossem os Future Thieves originários de Nashville, Tennessee. Grande parte dos motivos de interesse deste disco reside no trabalho de baixo (cortesia de Nick Goss) e no desempenho emotivo de Elliot Collett que conseguem imprimir às canções algo de positivo e intimista. Isto porque, de uma maneira geral, Live At Blue Rock enferma de alguma falta de criatividade, com muita coisa a acontecer ao mesmo tempo, criando uma paisagem algo confusa, que piora com a utilização de reverbs e delays. Ou seja, Live At Blue Rock tem alguns momentos positivos, alguns temas interessantes, mas é claramente demasiado longo, acabando por causar alguma saturação por ser um disco pouco fluido.

Tracklist:
1.      Dark In The Day
2.      Rosie
3.      The Floor
4.      Horizon Line
5.      Just Sayin’
6.      Liar
7.      Hesitate
8.      On Fire
9.      Ghosts
10.  Soon
11.  Ugly Now
12.  Diamonds
13.  Nightmares

Line-up:
Elliot Collett - vocais e guitarra ritmo
Austin McCool – guitarras
Nick Goss – baixo
Gianni Gibson – bateria

Internet:
Website    
Facebook    
Twitter   
Youtube   
Soundcloud    
Instagram   

Sem comentários: