domingo, 21 de maio de 2017

Review: Darkness Remains (Night Demon)

Darkness Remains (Night Demon)
(2017, Steamhammer/SPV)
(6.0/6)

Depois de um primeiro álbum onde mostraram credenciais suficientes, os Night Demon estão de volta com uma série de temas onde veneram, e invejam, os grandes influenciadores nomeadamente do NWOBHM, corrente onde se continuam a afirmar como um dos principais nomes. Darkness Remains é por isso um álbum que tanto na vertente velocidade (Welcome To The Night ou Maiden Hell), como em correntes mid-tempo (Hallowed Ground ou Stranger In The Room), engloba o ouvinte duma forma apenas comparada a Twisted Sister ou Iron Maiden. O trabalho de baixo volta (já havia acontecido no disco anterior) a ser verdadeiramente avassalador e é o principal municiador destas cavalgadas épicas. Mas as variantes não ficam só por aqui. On Your Own é um tema que vai mais atrás, aos Kiss ou mesmo Triumph, mostrando uma polivalência assinalável. E é considerável, atendendo à curta duração da maioria dos temas, registar todas as mudanças rítmicas e melódicas que os Night Demon conseguem inserir de forma perfeitamente adequada e enquadrada. Sendo que neste álbum os primeiros anos dos Iron Maiden estão mais em evidência, é reconhecível uma veia punk que mostra que hoje ainda é possível fazer temas com alguma crueza e com elevadíssima qualidade. Se este álbum já é surpreendente só com metade do disco, então imaginem o que virá na segunda: Black Widow, verdadeiramente espetacular; Flight Of The Manticore, um tema instrumental com sucessivos solos, e Darkness Remains, uma fantástica balada a fechar em jeito de descanso do guerreiro. E bem merecido é esse descanso, depois de um álbum com esta qualidade. 

Tracklist:
1.      Welcome To The Night
2.      Hallowed Ground
3.      Maiden Hell
4.      Stranger In The Room
5.      Life On The Run
6.      Dawn Rider
7.      Black Widow
8.      On Your Own
9.      Flight Of The Manticore
10.  Darkness Remains

Line-up:
Jarvis Leatherby – baixo, vocais
Armand John Anthony – guitarras
Dusty Squires – bateria

Internet:
Bandcamp   
Facebook   
Website  
Instagram   
Myspace   
Twitter   
Youtube   


Edição: Steamhammer/SPV   

Sem comentários: