RIP - Malcolm Young (AC/DC) - We Salute You!

Review: Ticking Clock (Skeletoon)

Ticking Clock (Skeletoon)
(2017, Revalve Records)
(5.9/6)

Estranho momento esse que abre o disco – chama-se Dreamland mas começa com chuva e trovoada! Claro, um ótimo dia para ficar em casa a ouvir música e na busca radiofónica surge a primeira referência de Ticking ClockHelloween. Nada de estranhar se vos dissermos que os Skeletoon – os autores deste espetacular início – já foram Jack O’ Lantern, banda de tributo aos alemães. Bom, o que importa referir é que depois de The Curse Of The Avenger (aliás, a ligação já vem daqui com a participação, na altura, de Roland Grapow), os italianos continuam a surpreender com este seu segundo álbum, afirmando-se agora, mais que nunca, na história do Heavy/Power Metal italiano e europeu. Principalmente porque Ticking Clock um álbum variado com músicas fantásticas como Dreamland, Ticking Clock ou Mooncry, as baladas Watch Over Me (apenas com piano, orquestrações e voz) e Falling Into Darkness (em formato acústico) ou o épico de mais 10 minutos, The Awakening. Um disco com uma impressionante riqueza estilística, com sucessivas mudanças rítmicas, estruturais e melódicas, com inclusões de solos de guitarra clássica, com momentos cinematográficos e teatrais (bem ao jeito de um musical!), capaz de surpreender a todo o momento. Em suma, um disco sensacional!

Tracklist:
1.      Dreamland
2.      Drowning Sleep
3.      Night Ain’t Over
4.      Watch Over Me
5.      Chasing Time
6.      Ticking Clock
7.      Mooncry
8.      Falling Into Darkness
9.      The Awakening

Line-up:
Charlie Dho – Baixo
Henry Sidoti – Bateria
Tomi Fooler – Vocais
Davide Piletto – Guitarras
Andy Cappellari - Guitarras

Internet:
Facebook    
Youtube   

Edição: Revalve Records      

Comentários