terça-feira, 11 de julho de 2017

Review: Bulas Para Dedos e Coração (Projecto Sem Nome)

Bulas Para Dedos e Coração (Projecto Sem Nome)
(2016, Raising Legends)
(5.4/6)

Oriundos do Porto, os Projecto Sem Nome lançaram Bulas Para Dedos e Coração, ainda no ano passado, um disco algo diferente do que habitualmente se ouve em termos de rock em Portugal. Se vos falar numa junção de Alice In Chains, António Variações e Ornatos Violeta, poderá perecer algo fantasioso e pouco credível. Mas não é. O quarteto nasceu para musicar as letras/poemas de Cristóvão Siano e o resultado espelha muito bem isso. Siano, mais do que um cantor, é um verdadeiro ator que interpreta e sente cada uma das suas letras – notáveis, diga-se já de passagem, recorrendo a diversos recursos – susurros, falsetes, gritos. Musicalmente a banda navega num rock alternativo/grunge carregado de explosões sónicas de distorção que alternam com momentos de calmaria. Por isso, Bulas Para Dedos e Coração é um disco pouco easy listening. E é um disco que merece ser descoberto pouco a pouco. A acompanhar esse vocalista tão atípico está uma secção rítmica estonteante e as guitarras que se encarregam de satisfazer o mais ávido fã de metal com os seus riffs pesadões.  Embora nem sempre… Há neste conjunto de 11 canções os mais variados momentos. Desde os mais introspetivos – a canção de embalar de Identidade XXX ao fenomenal dueto com Sandra Oliveira dos Blame Zeus em Marcha Gole, ou o registo acústico de Se Calhar - até ao jazz – fecho com Ele e com a colaboração de Mafalda Brogueira no piano. Pelo meio, muito rock e até metal denso, pesado, agressivo como acontece em Detalhes ou Havia Lá, onde a memória dos System Of A Dawn paira. No fim, fica a sensação de uma ideia bem concebida, melhor executada e com muito ainda por dar ao cenário rockeiro nacional.

Tracklist:
1.      Até Amanhã
2.      O Bastardo
3.      Detalhes
4.      Identidade XXX
5.      Acacia
6.      Havia Lá
7.      Marcha Gole
8.      Ponto Vela
9.      Intervalo
10.  Se Calhar
11.  Ele

Line-up:
Rui A. Cardoso – bateria
Cristóvão Siano – vocais
Paulo Pereira – guitarras
Eugénio Almeida – baixo

Convidados:
Sandra Oliveira – voz em Marcha Gole
Mafalda Brogueira – Piano em Ele

Internet:
Facebook    

Edição: Raising Legends    

1 comentário:

Flávio Augusto disse...

O mais interessante no álbum, na mina opinião, são as letras. A atmosfera em si corrobora para criar algo fora do normal em termos de rock nacional. Um belíssimo álbum que definitivamente vale a pena comprar